Cabaret Volant

Cabaret Volant

 

“Cabaret Volant” é um espetáculo de variedades circenses com temática aérea. Um repertório inusitado que combina vôos e poesia.  Este espetáculo valoriza a virtuose e cria o inesperado. Concentração, acrobacias e suspense, aliados ao bom humor, são os ingredientes utilizados nos Trapézio de voos, Tecido Acrobático, Equilíbrio sobre Arame e Barra Fixa. A história presta uma homenagem aos cabarets franceses da Belle Époque, do século XIX. Um belo corpo de baile e grande elenco dão início a uma série de confusões entremeadas por atos performáticos de cair o queixo.

Para mais informações baixe o PDF: Rider técnico

Fotos em Alta para Divulgação baixe os arquivos:

Fotos Alta Cabaret Volant (Teatro) 2013- Por Paulo Barbuto

Fotos Alta Cabaret Volant (RUA) 2017- Por Paulo Barbuto

Confira Matéria publicada sobre o espetáculo

http://www.panisecircus.com.br/irmaos-sabatino-no-sesc-pinheiros/

 

 

VIDEO CLIP DO ESPET´ÁCULO “CABARET VOLANT”

 

CHAMADA para temporada SESC Pinheiros

! O espetáculo Aéreo, de caráter cômico e virtuoso, mescla contracenas ao repertório de números circenses de alta qualidade técnica. Deixa qualquer expectador de queixo caído e com dor nos abdominais de tanto rir.
! Inspirado na Belle Époque em meados de 1800, na frança e nos cabarets, com lindos corpos de baile e suas coreografias ritmadas que deixavam qualquer ser apaixonado.

! Fechando o Cabaret Volant o grandioso numero de petit volant, realizado sob a temática do Can can. O cancan é uma dança francesa criada em 1850, sempre realizada por lindas moças, vestindo roupas coloridas e esvoaçantes, com liberdade de movimentos, ao som de trombones e cornetas, em passos extremos de sensualidade e acrobacias em que as dançarinas, em seus trajes fascinantes, faziam perder a cabeça toda a Paris. No entanto o palco desta vez é um clássico aparelho circense, o trapézio de vôos, petit volant e as dançarinas/trapezistas um tanto inusitadas.

! Este número originalmente composto por Felipe Matsumoto, Domingos Montagner, Fernando Sampaio e Cláudio Costa. Hoje, remontado dez anos mais tarde, surpreende com seu novo virtuosismo. Sob direção cênica de La Mínima contando no elenco com os Irmãos Sabatino, Claudio Costa e Marcos Porto é simplesmente imperdível!!!

FichaTécnica:

Concepção e Direção:André Sabatino

Orientação cênica: Lu Lopes

Direção de coreografia dos numeros; tecido, lira aérea e melindrosas: Cinthia Beranek

Direção do número; Irmãos Sabatino na Barra fixa: Mark Bromilow

Direção do número; Can Can Volant: La Minima (Fernando Sampaio e Domingos Montagner)

Iluminação e desenho de Luz: Dede – Clébio

Contra-regra/ Rigger :Fábio donola, denis,  Hilton Esteves de Sousa, Edi Silva.

Direção de produção: Martin Sabatino

Produção executiva: Felipe Junqueira

Elenco:

 

Natalia Presser

Luciene Bafa

Lorena da Silveira

Hernani Albuquerque

Martin Sabatino

Marcos Porto

Cláudio costa

César Cara de Pau

 

javaversion1
Warning: passthru() [function.passthru]: Cannot execute a blank command in /home/storage/6/3a/49/irmaossabatino/public_html/wp-content/themes/sabatino/footer.php on line 3